Avançar para o conteúdo
Arlequim, servidor de dois patrões no TEATRO CÂNDIDO MENDES

Arlequim, servidor de dois patrões no TEATRO CÂNDIDO MENDES

AGENDA TEATRO CÂNDIDO MENDES

Arlequim, servidor de dois patrões no TEATRO CÂNDIDO MENDES

Arlequim é um criado que, para sobreviver e ter o que comer, acaba aceitando trabalhar em dobro, sem saber que os patrões se conhecem, ele acaba gerando inúmeros equívocos. Uma comédia dinâmica com personagens encantadores.
Um criado busca solucionar os problemas, mas a cada solução cresce a confusão gerada. Nessa adaptação do texto de Carlo Goldoni do século XVIII, a trama fica em torno do Arlequim, seus patrões e as confusões geradas quando resolve servir ambos.
O espetáculo começa com o desespero do Arlequim por passar um grande momento de jejum, e ao chegar forasteiros na cidade, ele se coloca à disposição para assim receber algumas moedas e um pouco de comida.
Entretanto, o que não imaginava é que trabalhar para duas pessoas poderia gerar tantas trapalhadas. Uma comédia leve, que de forma bem brasileira é encenada por seis atores, que jogam um jogo cênico ágil e divertido.
Personagens universais e plurais, que possuem representatividade. Temos a ingenuidade do Arlequim e sua vontade de matar sua fome, o amor de Florindo e Beatriz, além dos Briguela, Esmeraldina, Pantaleão e um carregador.
Arlequim, depois de tanto aprontar, mal consegue se alimentar, e seus dois patrões acabam desesperados, pois Arlequim diz para eles sobre a morte do outro. Arlequim, uma opereta cômica, é sem dúvida uma adaptação concisa, sem perder o charme e a essência da comédia original.
Essa montagem é um processo, que o tempo irá amadurecer, é cara da Cia. Ação Contínua, pois a ideia é ficar por muito tempo com este espetáculo em seu repertório, mas sempre buscando evoluir e modificar de acordo com o momento.

Comprar ingressos.

Data

14 Jul 2023
Expired!

Localização

Teatro Cândido Mendes
Rua Joana Angélica , 63, Rio de Janeiro - Rio de Janeiro
Julho 2024
Eventos não encontrados!
Ver Mais

Deixe um comentário