Avançar para o conteúdo

ÚLTIMA SEMANA E MUDANÇA DE HORÁRIO: “Encruza” retorna ao palco no Teatro Ruth de Souza, para quebrar paradigmas e estereótipos e propõe reflexões sobre preconceito. NOVO HORÁRIO: Sábado (12), e domingo (13) às 17h.

“Encruza”no Teatro Ruth de Souza

Quatro homens pretos, entre 40 e 60 anos, LGBTQIA+, trazem suas vivências para o centro da discussão numa encruzilhada. Atores oferecem Oficina grátis.

Depois do sucesso da estreia, “Encruza” retorna ao palco do Teatro Ruth de Souza, para mais duas apresentações, em sua última semana. E atendendo a pedidos do público, tanto a apresentação de sábado, dia 12, quanto a de domingo, dia 13, serão às 17h.

A arte é uma das ferramentas mais potentes no combate ao preconceito e a intolerância. Com Dramaturgia e Direção de Eder Martins de Souza e composições coreográficas de Betho Pacheco, Luiz Monteiro e Wilson Assis, o espetáculo traz à cena a narrativa de quatro homens pretos de diferentes comunidades do Rio de Janeiro e de São Paulo, gays, idades e personalidades distintas, que se encontram em uma encruzilhada física e psicológica diante de sentimentos, caminhos e decisões ambivalentes.

A partir da questão pessoal de cada um trazemos a encruzilhada como espaço de sociabilidade, resistência, ancestralidade e ponto de partida para um novo desconhecido.

Assis está com uma viagem marcada e foi ali para fazer um favor, buscar uma encomenda, que ele não sabe o que é, para entregar a sua mãe no interior do Estado. Monteiro aguarda uma “pessoa” que conheceu no aplicativo de relacionamento e marcou com ela nesse local. Pacheco está aguardando uma carona para a cidade do interior para iniciar um novo projeto de vida. Julio recebeu um telefonema que dizia que se ele quisesse uma mudança em sua vida estivesse às 18h nesta mesma encruza. Ninguém conhece pessoalmente quem vem ao encontro de cada um.

Durante o espetáculo “Encruza” o público descobrirá como estes atores Negros LGBTQIA+, no auge dos seus 40/ 60 anos, quebraram estereótipos e paradigmas, cujos seus sonhos, desafios e realizações marcaram suas trajetórias e que ao mesmo tempo compactuam com o caminho da maioria da população de Homens Negros do Brasil, mas especificamente da cidade do Rio de Janeiro, onde eles traçam suas encruzilhadas.

“Encruza” traz à tona essa realidade com várias histórias de homens pretos que sofreram e sofrem injustiças e atrocidades impostas por um sistema que julga e condena simplesmente por serem quem são, ou por vezes, o que NÃO são.

A encenação tem como objetivo trazer ao público a discussão sobre questionamentos que ocorrem diariamente aos homens negros, tão estereotipados pela sociedade, que se encontram numa encruzilhada quando se definem como gays, mas que não se sentem acolhidos para se revelarem.

O espetáculo tem duração de 1h20 e classificação indicativa de 16 anos. Os ingressos a R$20,00 (desconto para quem comprar antecipado na plataforma Sympla: https://www.sympla.com.br/). Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia entrada. Também será possível comprar no dia no valor integral, sujeito a lotação (75 lugares). Vinte por cento dos ingressos são destinados a projetos sociais (Programa Formação de Plateia).

E os atores vão oferecer a Oficina “Nossas Encruzas, uma arte ancestral”, grátis, que acontecerá no dia 13 de novembro, das 13h às 16h, no Teatro Ruth de Souza – Parque das Ruínas | Santa Teresa. Inscrições de 3 a 8 de novembro pelo Formulário de inscrições: https://forms.gle/4kZCX9MnyEF6TeyL9

Público Alvo da Oficina: Todas, todos e todes com idade a partir 16 anos que tenham ou não ligação com as artes, mas que estejam interessados em participar dessa vivência.

“Encruza” tem o patrocínio da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, através da Secretaria Municipal de Cultura @cultura_rio, por meio do Fomento à Cultura Carioca (FOCA).

FICHA TÉCNICA:

Dramaturgia e Direção: Éder Martins de Souza.

Coreografias: Betho Pacheco, Luiz Monteiro e Wilson Assis

Produção Executiva: Camila Zampier

Assistentes de Produção: Diogo Nunes e Marcos Carollino

Elenco: Betho Pacheco, Eder Martins, Luiz Monteiro, Wilson Assis e Marcos Carollino (stand-in)

Programador de Luz: Cesar Ramires

Trilha Sonora: Adilson Júnior

Figurino e Cenografia: Wanderley Gomes

Assessoria de Imprensa: Christine Keller Comunicação, Produção & Consultoria

Redes Sociais: Camila Zampier

Programação Visual, Foto e Vídeo: Cezar Camboim

Realização: Bara Lana Produções

SERVIÇO:

ESPETÁCULO “ENCRUZA”

Com BETHO PACHECO, EDER MARTINS, LUIZ MONTEIRO E WILSON ASSIS

DATAS: 12, 13 de novembro (Sempre às 17h)

LOCAL: TEATRO RUTH DE SOUZA

ENDEREÇO: Rua Murtinho Nobre, nº 169 – Santa Teresa, Rio de Janeiro – RJ

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 16 anos. Menores de idade acompanhados de um dos responsáveis.

LOTAÇÃO: 75 lugares

INGRESSOS: Plataforma Sympla (antecipado com desconto. Maiores de 60 e estudantes, meia entrada). (Nos dias do espetáculo na bilheteria preço normal e sujeito a lotação)

OFICINA “NOSSAS ENCRUZAS, UMA ARTE ANCESTRAL”

DATA DA OFICINA: 13 DE NOVEMBRO, das 13h às 16h

LOCAL: TEATRO RUTH DE SOUZA.

Inscrições até 8 de novembro pelo Formulário de inscrições:

https://forms.gle/4kZCX9MnyEF6TeyL9

12 nov – 2022 Comprar ingressos.

13 nov – 2022 Comprar ingressos.

Data

12 - 13 Nov 2022
Expired!

Hora

O Espetáculo Encruza mudou de horário. Duas últimas apresentações Sábado (12) e domingo (13) de novembro, sempre às 17h. Ingressos pelo Sympla com descontos (R$17,50) ou na hora, R$20,00
17:00 - 17:00

Localização

Teatro Ruth de Souza
R. Murtinho Nobre, 169 - Santa Teresa.
Abril 2024
Eventos não encontrados!
Ver Mais

Deixe um comentário