Avançar para o conteúdo
Arthur Espíndola na CASA DE ARTE E CULTURAL JULIETA DE SERPA

Arthur Espíndola e o samba do Pará para o Brasil na CASA DE ARTE E CULTURAL JULIETA DE SERPA

AGENDA CASA DE ARTE E CULTURAL JULIETA DE SERPA

Arthur Espíndola na CASA DE ARTE E CULTURAL JULIETA DE SERPA

 

Arthur Espíndola e o samba do Pará para o Brasil
Compositor, intérprete, multi-instrumentista e produtor, o artista conquista espaço na cena musical brasileira.

Arthur Espíndola é dono de talento e sensibilidade musical peculiares. Com seu carisma e personalidade, Espíndola é cada vez mais elogiado pelo público. Conceitualmente, Arthur cumpre o importante papel de representante do samba da Amazônia na atualidade.

Carreira
Em junho de 2014 Arthur lançou o CD Tá Falado. O álbum foi produzido por Espíndola em Belém e conta com a participação da Velha Guarda da Mangueira, Gaby Amarantos e Luê.

Atualmente, tem diversos videoclipes gravados e disponíveis na internet. O clipe da música Tô Fora de Moda, com as participações de Gaby Amarantos, Felipe Cordeiro, e Mestre Curica; A Passista com a participação da Velha Guarda da Mangueira; Maliciosa também com participação de Gaby Amarantos; Grande Hotel com participação de Wilson das Neves; o clipe Tempo Deus com participação da Fafá de Belém; o clipe O Amor Que eu Sempre Quis e o clipe Pra Parar de sofrer, com participação do Péricles

Show
O trabalho de Arthur, inclusive, já extrapola as fronteiras do Pará, tendo em seu currículo shows no SESC Pompeia em São Paulo; no palco principal do FIG (Festival de Inverno de Garanhuns – Pernambuco); participação em eventos importantes de Recife, entre eles, o Galo da Madrugada; Queirogada e Orquestrão do carnaval, no palco do Marco Zero, shows no Centro de Referência da Música no Rio de Janeiro, shows no Teatro Rival por duas vezes distintas, shows em quatro municípios do Piauí (Teresina, Bom Jesus, Corrente e Oerias) entre outras apresentações em diversos Estados brasileiros, e ainda três shows no importante projeto Viva o Samba Lisboa na capital portuguesa.

Televisão e Jornal Impresso
Em programas da TV brasileira, o artista esteve no Encontro com Fátima Bernardes, participando com seu padrinho Dudu Nobre, que também o levou ao programa Música Boa do Multishow, apresentado pela cantora Iza; no Sem Censura, com Leda Nagle, na TV Brasil por três vezes; no Metrópolis, da TV Cultura, no quadro Talentos, do Jornal da Record; no programa Todo Seu, da TV Gazeta apresentado por Ronnie Von também por duas vezes, sendo a primeira sozinho e a mais recente também levado pelo sambista Dudu Nobre, que também o convidou para ir ao programa Baita Amigos, na Band Sport, cuja apresentação é do jogador Neto.

Programa “Mulheres” da TV Gazeta por duas vezes, a primeira apresentado por Cátia Fonseca e mais recente por Regina Volpato; no programa Ritmo Brasil (por duas vezes), da RedeTV! apresentado por Faa Morena, programa Show do Esporte da Band, apresentado por Milton Neves, além de programas locais em diversos estados do Brasil. Para além da TV, renomados jornais impressos fizeram matéria sobre a carreira de Arthur, entre eles, o Jornal do Brasil, Extra, O Dia, O Estado de São Paulo, A Folha de São Paulo, Jornal Expresso, O Globo, Jornal Agora e tantos outros, além de blogs e sites especializados em música e cultura.

DVD
A trajetória musical de Arthur serviu de base para a gravação de seu primeiro DVD Prazer, Arthur Espíndola (DeckDisc/Natura Musical – 2016). A gravação foi realizada no Teatro Margarida Schivasappa, em Belém, e contou com as participações de Gaby Amarantos, Wilson das Neves e João Cavalcanti.

A direção geral, é do criativo, Zé Paulo da Costa. Um dos grandes diferenciais do DVD é o cenário assinado pelo experiente Fernando Pessoa, que remonta o lendário – e já demolido – Grande Hotel, o famoso Bar do Parque e a lateral do Teatro da Paz mostrando estes cartões postais de Belém por um ângulo bastante especial. O DVD foi contemplado pelo edital Natura Musical e lançado pela gravadora DeckDisc.

O lançamento foi celebrado com dois shows de lançamento: o primeiro, em Belém do Pará, no Hangar Centro de Convenções, que contou com as participações especiais da cantora Mart’tnália e do grupo Arraial do Pavulagem; e o segundo no Rio de Janeiro, no teatro Rival, que contou com as participações especiais de Jorge Aragão e Gaby Amarantos.

Amazônia Samba
Arthur é apresentador, coordenador e pesquisador musical do programa Amazônia Samba, que em sua primeira temporada, divulgou a obra de grandes compositores e artistas da velha guarda e da cena atual do samba feito na Amazônia. Na segunda temporada, Arthur viajou as cidades, quilombos, aldeias e vilarejos do interior da Amazônia em busca de sambas inéditos de compositores anônimos para apresentar no programa colocando grandes nomes da música brasileira para interpretar a obra desses compositores desconhecidos da Amazônia. Participam desta temporada artistas como Grupo Fundo de Quintal, Leci Brandão, Leila Pinheiro, Fabiana Cozza, Dudu Nobre, Pedro Luis, Simoninha, Pinduca, Moacyr Luz, entre outros.

Desde 2017 o programa Amazônia Samba é veiculado semanalmente para todo o Brasil pela TV Cultura às segundas-feiras 7h30h com reprise aos sábados 7h e tem extensão para a WEB, por meio do YouTube.

O Samba do Brasil de Norte a Sul
Espíndola iniciou uma forte parceria com o sambista Dudu Nobre, com quem estrela o espetáculo O Samba do Brasil de Norte a Sul. O show teve sua estreia

nos 5 e 6 de julho de 2017 no Theatro da Paz em Belém, e se repetiu em 2018 no Teatro do Sesi. O show, que foi sucesso de público e crítica, iniciou turnê passando por quatro cidades no Estado do Piauí. Neste show os dois artistas interagem no palco durante todo o espetáculo, cantando e contando histórias e curiosidades sobre as músicas apresentadas. O show faz um passeio pelos sambas de compositores de todas as regiões do Brasil, representando o sentido real do nome “O Samba do Brasil de Norte a Sul”.

Sexta Sesi do Samba
Arthur Espíndola realizou todos os meses de 2018 no palco do teatro do Sesi em Belém um show especial, onde convidou grandes nomes da música brasileira para um show juntos no mesmo palco. Na mesma proposta do Samba do Brasil de Norte a Sul, este projeto se diferencia por ter um clima mais intimista onde os artistas convidados interagem com Espíndola em um bate papo musical dentro de um cenário que traz a sala de uma casa. Como em um sarau entre amigos. O projeto recebeu artistas como Dudu Nobre, Sandra de Sá, Simoninha, Roberta Sá, João Cavalcanti, Mariene de Castro, Teresa Cristina, Ana Costa, Zélia Duncan entre outros.

2019
No ano de 2019 Arthur fez circuito de apresentações no carnaval de Recife, cantando no Galo da Madrugada, Marco Zero e Queirogada. Fez dois shows em Lisboa-Portugal (em janeiro e agosto), voltou ao palco do Teatro Rival, e iniciou o processo de gravação do seu mais novo trabalho.

2020
Agora em 2020, Arthur se dedica ao lançamento do seu novo álbum que foi gravado ao longo do ano passado e que conta com as participações especiais de Péricles, Dudu Nobre e Grupo Sambô. Cada umas das dez músicas do álbum recebe um clipe, disponibilizado em todas as plataformas de música e vídeo.
Deste trabalho até agora já foram lançados dois clipes/singles: A música O Amor Que Eu Sempre Quis e a música Pra Parar de Sofrer, com participação do cantor Péricles. Além destes lançamentos, Espíndola também segue com as gravações da 3º temporada do programa Amazônia Samba, além de cumprir sua agenda de shows.

Classificação etária: 18 anos

Comprar ingressos.

Data

09 Fev 2023
Expired!

Hora

21:00

Localização

Casa de Arte e Cultura Julieta de Serpa
Casa de Arte e Cultura Julieta de Serpa
Praia do Flamengo, 340 – Flamengo, Rio de Janeiro – RJ – CEP: 22210-030
Eventos não encontrados!
Ver Mais

Deixe um comentário