Avançar para o conteúdo
Chico Xavier em Pessoa com, Renato Prieto na Sala Baden Powel

Chico Xavier em Pessoa com, Renato Prieto na Sala Baden Powel

Chico Xavier em Pessoa com, Renato Prieto na Sala Baden Powel

Em meio a uma série de homenagens póstumas às duas décadas de ausência física de Francisco Cândido Xavier, que desencarnou no dia 30 de junho de 2002, aos 92 anos, o mais bem-sucedido ator e produtor da dramaturgia kardecista no país retorna aos palcos emprestando seu vasto ferramental cênico ao homem que psicografou mensagens do Além para centenas de pessoas afoitas por acolhimento e carinho. Seu novo espetáculo, chamado de “Chico Xavier em pessoa”, é uma experiência narrativa sobre a arte da escuta, escrito como se fosse uma sabatina, na qual o ícone brasileiro da doutrina espírita aceita a tarefa de responder perguntas cruciais para o entendimento das inquietações existencialistas de nosso tempo. A direção é de Rogério Faria Jr., que aposta num formato transmídia, entre encenação e vídeo. O texto é do crítico de cinema Rodrigo Fonseca, parceiro de Renato no sucesso de bilheteria “Encontros Impossíveis”, que permanece em cartaz há nove anos, tendo sido encenado nos EUA e em todo o território brasileiro.

O próprio Prieto encarna Chico, reproduzindo seu mineres coloquial, seus trejeitos e sua fé na Humanidade. Vozes de diferentes estrelas do teatro e da dublagem vão dar voz aos curiosos que interpelam o médium em busca de conforto e paz acerca do futuro, do hoje, do ontem, do sempre. Como dramaturgo, Fonseca mergulhou em todas as entrevistas históricas famosas de Xavier, tentando resgatar suas reflexões sobre a Finitude, a Eternidade e o Efêmero.

 Sobre Renato Prieto:

Classificado como “popstar do sobrenatural” pelo jornal O Globo, quando protagonizou o filme blockbuster “Nosso Lar” (2010), visto por quatro milhões de pagantes, Renato Prieto regressa ao teatro com uma peça inédita, dedicado ao maior médium do Brasil.

Prieto se engajou nos estudos de Kardec ainda moço, aos 18 anos, e passou a se dedicar ao chamado Teatro Espírita, em 1982. Numa pesquisa cênica do Além, o ator e produtor contabilizou 6,6 milhões de espectadores ao longo de uma série de 15 espetáculos teatrais, como “Além da Vida” e “A Morte É Uma Piada”. “Como qualquer outra manifestação das artes cênicas, o teatro de temática espírita precisa ter qualidade, conteúdo… precisa ter bom texto, boa direção, boa iluminação.

Em 2023, o ator será visto na continuação de “Nosso Lar 2”, chamada “Os Mensageiros”, e dirigida por Wagner de Assis, com Edson Celulari no elenco.

Comprar ingressos.

Data

12 Fev 2023
Expired!

Hora

19:00 - 20:00

Localização

Sala Baden Powel
Avenida Nossa Sra. De Copacabana, 360, Copacabana

Deixe um comentário